Arquivo para janeiro, 2012

A arte do desencanto

Posted in Uncategorized on 21/01/2012 by Gabriela

Desencantar-se.

Quando desencantar-se...

Esta é uma combinação de fonemas que muito me agrada aos ouvidos, menos ao gosto e ao coração. Está certo que desencantar-se de certas coisas, situações e pessoas na vida às vezes nos é um grande favor vindo a euforia de perceber-se isso mais tarde, quando maduros, mas a verdade é que se trata de um incômodo visível a si mesmo e pelos outros.
Estar alheio ao mundo num dia qualquer, ocupado com seu trabalho e problemas diversos, faz com que você esteja absorvido numa atmosfera nada dinâmica, até que uma música que muito lhe representou os sentidos tempos atrás, se faz notada, e você para.
Dá-se conta de quanto tempo não se deixava nortear por aquilo. Nota o quanto ela foi incrível na sua pré-adolescência, no início do seu namoro, numa viagem com amigos, num momento de crise… Bom, hoje ela só está tocando no rádio e não faz mais sentido.

Desencantou-se.

Igual ser apaixonado por uma garota, saber que ela não demonstra o mínimo interesse, mas mesmo assim lutar por ela como se fosse o maior prêmio que seu ego pudesse dar a você e, quando a tem nos braços, apaixonada por você, falta algo. Falta o desafio? Falta aquilo que o encantava enquanto se havia dúvida.

Casar-se e, na convivência do dia a dia, não suportar hábitos e manias pífios que destróem namoros longos e acabam com a cumplicidade rara entre os casais.

Desencantado está!

Batalhar desde os tempos árduos dos estágios de faculdade para entrar naquela multinacional incrível e construir a carreira dos sonhos, onde lá irá se aposentar e desfrutar das delícias da vida. Chegar nesta multinacional e se deparar com pessoas mesquinhas, frias, totalmente focadas em dinheiro, ser tratado apenas como um número, ter o tapete puxado incontáveis vezes, perder noites de sono para cuidar de tais projetos e não ser reconhecido por isso, deixar ser explorado, ser motivo de piada… daí vem aquela dor de barriga todos os dias de manhã quando você abre os olhos em sua cama, pensando naquela sua mesa de escritório cheia de papéis…

Houve um desencanto.

Mas  eu sei que, ainda assim, existem coisas que nos machucam, entristece, irritam e, ainda assim, nos causam uma sensação forte de encanto.
O amor verdadeiro em qualquer de suas vertentes pela vida. É sempre um encanto.

Mas encantar-se não é tão poético e avassalador quanto desencantar-se.

Assinado:  uma vítima e causadora constante do desencanto.

Anúncios

Comparando: O Homem Lindo x O Homem Legal

Posted in Qualquer coisa with tags on 14/01/2012 by Gabriela

Será possível ser lindo e ser legal? Lindo e amável? Lindo e atencioso? Lindo e fiel? Lindo e companheiro? Hummm… eu nunca vi. Muito me dói o coração ter que observar um homem lindo e lhe virar as  costas. Eu nunca perco o meu tempo achando que posso transformá-los em homens legais. Já que pra ser um homem legal, né… não tem como ele ser lindo, no máximo bonitinho, e esse “bonitinho” será concepção sua, coisa da sua cabeça, por que suas amigas vão achá-lo pavoroso ou, no máximo, “simpático”.
Estes garotos legais precisam abusar deste atributo para poder ter uma namorada um dia.  São eles os encarregados por telefonar no dia
seguinte, perguntar como estamos, dar boa noite, mandar flores, dar o
presente que queremos, nos pegar e deixar em casa em segurança, pedir nossa mão em casamento para os nossos pais e segurar nossas sacolas no shopping.  E, coitados, eles fazem tudo isso enquanto a gente chinga,
esperneia, tem crise de tpm e joga as coisas em cima deles.
Já o homem lindo tem quase como obrigação ser lacônico, misterioso,
grosso e desconfiável. Ele pode ser o que ele quiser a hora que
quiser. Ele também tem o poder de transformar uma mulher linda e
inteligente como você em um trapo pior que um pano de chão. E pode
chegar, ainda por cima, e pedir o que quiser, pois será prontamente
atendido.
“Gata, sonhei que te comia no banheiro da balada!”.
Primeiro que, vamos pensar: “Nossa, ele sonhou comigo!”.  Segundo: “Ele me deseja!”.  Terceiro: “Preciso realizar este sonho!”.
E depois da maluquice feita, passamos uma semana deitadas numa cama ao
lado de uma caixa de lencinhos, todas chorando por que eles não se lembram mais de nós. Porém, basta nos telefonar para que nossos olhos brilhem e  sejamos idiotas conscientes e felizes MAIS UMA VEZ.

E, vejam bem, se é o homem legal que nos diz uma coisa dessas (e notem, dificilmente um homem legal vá fazer isso, afinal, eles são legais, né), nós  fazemos aquela cara de ofendida e soltamos o verbo em cima deles, dizendo o quanto eles são tarados, indiscretos e ridículos por pensarem tamanho  absurdo de nós. “Se encherga! Até parece que eu sou mulher de dar pra alguém no banheiro da balada, meu querido, rala fora! Tá pensando que eu sou  dessas?”.

O homem lindo nunca se apega, e outras iguais a você ele tem uma lista cheia no facebook. É só escolher o tipo que ele quer hoje… “humm, quem sabe uma loira peituda? Não, não… ando meio enjoado, acho que hoje quero uma ruiva baixinha, talvez de olhos verdes!”.

O homem legal sempre se apega e ele quer apenas você, mas tá difícil…

O homem lindo quase nunca precisa pedir desculpas por tê-la deixado esperar plantada na porta de um bar ou por ter dado um bolo no sábado à noite quando você já estava pronta e perfumada. Basta que ele a chame de “lindinha” no telefone com a voz mais charmosa do mundo… ou pior, mande um sorrisinho no msn.

O homem legal jamais a deixará esperando onde quer que seja. Na realidade já estaria te esperando e afastaria uma cadeira para que você pudesse se sentar confortável e pediria a sua bebida favorita, por que ele sabe bem qual é.

O homem lindo nunca presta atenção nas suas conversas. Ele fica pensando nas coisas dele e que, talvez, ele poderia ter saído com a loira, em vez da ruiva…

O homem legal presta tanta atenção, que no próximo encontro de vocês, ele vai perguntar como anda a recuperação do seu primo de segundo grau que torceu o pé enquanto escorregou do último degrau do ônibus um mês atrás. Nem você sabe mais do caso.
O homem lindo sabe que ele é foda pra caralho e que “nossa, como eu
sou bom pra cacete!”

O homem legal se orgulha do que sabe, de onde trabalha e da mulher com que ele sai.

O homem lindo vai te machucar.

O homem legal vai ser machucado. E por você. Logo você! Que já levou
taaaaaantas e várias na cabeça…

Agora, mulher, se você encontrou o homem LINDO E LEGAL, de fato ele não sabe o quão lindo ele é. Enquanto ele não souber, mantenha este segredo guardado. Homem não pode saber que é lindo. DICA.