Corpo estranho

Eu sou aquela pessoa que quando não sabe definir seu estado de espírito perturba-se de tal forma que transforma a vida de todos em volta num inferno. Mas é só enquanto não me acostumo com a incostância das dúvidas, por que funciono da maneira como o organismo reage contra um corpo estranho invadindo seu sistema interno. Preciso expeli-lo rapidamente, mas caso não consiga lutar contra tal, passo a incubar o negócio até que ele faça parte de mim. Então, é como se meu humor adoecesse e eu passasse os dias tentando me curar de uma dor. Eu fiquei assim estes dias. Daí, qualquer mísera situação ridícula em volta de mim toma proporções como a destruição de um Katrina e eu quero matar a todos por enforcamento. Juro. Hoje eu já estou melhor, mas é porque já entendi a causa de tudo e estou naquela fase em que não sei se tenho anticorpos o suficiênte para expelir ou se o meu organismo vai absorver o corpo estranho. Estou refletindo. Existem doenças que podem ser fatais… para o bem ou para o mal. Vírus cruéis, capazes de derrubar um corpo robusto e saudável. Tanta coisa que pode transformar uma pessoa num vegetal!

 

 

Anúncios

Uma resposta to “Corpo estranho”

  1. monique Says:

    ninguém nunca definiu tão bem esse sentimento de implosão para não explodir, de suicídio para não matar o outro, de anulação para não extinguir toda existência em volta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: