Archive for the Qualquer coisa Category

Comparando: O Homem Lindo x O Homem Legal

Posted in Qualquer coisa with tags on 14/01/2012 by Gabriela

Será possível ser lindo e ser legal? Lindo e amável? Lindo e atencioso? Lindo e fiel? Lindo e companheiro? Hummm… eu nunca vi. Muito me dói o coração ter que observar um homem lindo e lhe virar as  costas. Eu nunca perco o meu tempo achando que posso transformá-los em homens legais. Já que pra ser um homem legal, né… não tem como ele ser lindo, no máximo bonitinho, e esse “bonitinho” será concepção sua, coisa da sua cabeça, por que suas amigas vão achá-lo pavoroso ou, no máximo, “simpático”.
Estes garotos legais precisam abusar deste atributo para poder ter uma namorada um dia.  São eles os encarregados por telefonar no dia
seguinte, perguntar como estamos, dar boa noite, mandar flores, dar o
presente que queremos, nos pegar e deixar em casa em segurança, pedir nossa mão em casamento para os nossos pais e segurar nossas sacolas no shopping.  E, coitados, eles fazem tudo isso enquanto a gente chinga,
esperneia, tem crise de tpm e joga as coisas em cima deles.
Já o homem lindo tem quase como obrigação ser lacônico, misterioso,
grosso e desconfiável. Ele pode ser o que ele quiser a hora que
quiser. Ele também tem o poder de transformar uma mulher linda e
inteligente como você em um trapo pior que um pano de chão. E pode
chegar, ainda por cima, e pedir o que quiser, pois será prontamente
atendido.
“Gata, sonhei que te comia no banheiro da balada!”.
Primeiro que, vamos pensar: “Nossa, ele sonhou comigo!”.  Segundo: “Ele me deseja!”.  Terceiro: “Preciso realizar este sonho!”.
E depois da maluquice feita, passamos uma semana deitadas numa cama ao
lado de uma caixa de lencinhos, todas chorando por que eles não se lembram mais de nós. Porém, basta nos telefonar para que nossos olhos brilhem e  sejamos idiotas conscientes e felizes MAIS UMA VEZ.

E, vejam bem, se é o homem legal que nos diz uma coisa dessas (e notem, dificilmente um homem legal vá fazer isso, afinal, eles são legais, né), nós  fazemos aquela cara de ofendida e soltamos o verbo em cima deles, dizendo o quanto eles são tarados, indiscretos e ridículos por pensarem tamanho  absurdo de nós. “Se encherga! Até parece que eu sou mulher de dar pra alguém no banheiro da balada, meu querido, rala fora! Tá pensando que eu sou  dessas?”.

O homem lindo nunca se apega, e outras iguais a você ele tem uma lista cheia no facebook. É só escolher o tipo que ele quer hoje… “humm, quem sabe uma loira peituda? Não, não… ando meio enjoado, acho que hoje quero uma ruiva baixinha, talvez de olhos verdes!”.

O homem legal sempre se apega e ele quer apenas você, mas tá difícil…

O homem lindo quase nunca precisa pedir desculpas por tê-la deixado esperar plantada na porta de um bar ou por ter dado um bolo no sábado à noite quando você já estava pronta e perfumada. Basta que ele a chame de “lindinha” no telefone com a voz mais charmosa do mundo… ou pior, mande um sorrisinho no msn.

O homem legal jamais a deixará esperando onde quer que seja. Na realidade já estaria te esperando e afastaria uma cadeira para que você pudesse se sentar confortável e pediria a sua bebida favorita, por que ele sabe bem qual é.

O homem lindo nunca presta atenção nas suas conversas. Ele fica pensando nas coisas dele e que, talvez, ele poderia ter saído com a loira, em vez da ruiva…

O homem legal presta tanta atenção, que no próximo encontro de vocês, ele vai perguntar como anda a recuperação do seu primo de segundo grau que torceu o pé enquanto escorregou do último degrau do ônibus um mês atrás. Nem você sabe mais do caso.
O homem lindo sabe que ele é foda pra caralho e que “nossa, como eu
sou bom pra cacete!”

O homem legal se orgulha do que sabe, de onde trabalha e da mulher com que ele sai.

O homem lindo vai te machucar.

O homem legal vai ser machucado. E por você. Logo você! Que já levou
taaaaaantas e várias na cabeça…

Agora, mulher, se você encontrou o homem LINDO E LEGAL, de fato ele não sabe o quão lindo ele é. Enquanto ele não souber, mantenha este segredo guardado. Homem não pode saber que é lindo. DICA.

 

Análise do amor no mês da independência

Posted in Qualquer coisa on 10/09/2011 by Gabriela

Um relacionamento não pode ser algo, assim, lá muito complexo. Também não pode ser difícil, tampouco desgastante. Tudo isso é mentira, intriga da oposição, encheção de saco dos desalmados e dos mal amados. Relacionamento, quando há amor, paixão, amizade e respeito é a coisa mais fácil e prazerosa do mundo.

Mas, quando você se pega avaliando situações, imaginando os problemas vindouros, pondo os defeitos a frente de tudo e de qualquer coisa, ah… meus amigos, temos um relacionamento complexo! E aí, dizem que não somos fortes o suficiente, que pulamos fora, que desistimos sem tentar, que somos incapazes de passar por fases ruins.

Fase? As fases ruins são enfrentadas com tranquilidade quando há PAIXÃO e respeito (novamente, o respeito). Você admira a capacidade do outro, ou a sua própria, de passar por cima dos turbilhões do dia a dia e dão-se as mãos para seguirem em frente confiantes. Mas o outro não tem força, capacidade, agilidade para tal? NÃO HÁ ADMIRAÇÃO? Então, não existe mais paixão.

Daí não se trata apenas de uma fase difícil, mas de uma descrença. E por termos (se Deus permitir) respeito um pelo o outro ainda, vamos nos despedir e pensar que a vida nos deixe resolver nossos problemas de cada dia com maior maturidade.

Eu pensei que fosse definhar. Justo eu que não sei viver sozinha? Justo eu que só penso em poesia e em coisas lindas pra dizer ao outro? Justo eu que sonhei em me casar? Justo eu que só viveria pra ele?

Aaaaahhh, quanto engano a respeito de si próprio, não é verdade?

image

Quanta coisa eu defenestrei e me senti mais leve por não me cobrar mais desta forma! É bom se ver mulher e entender que a vida é tão mais intensa quando você se entrega de maneira independente e visionária.

Este mês faço aniversário de um ano de solteira, quando um ano atrás cheguei a entrar na igreja pra reservar a data do meu casamento, quando fui à feira das noivas para ver vestidos e iniciei uma coleção discreta de revistas sobre o assunto e discutia-se até a mobília da nossa futura casa.

Um relacionamento nunca será um problema, será sempre a solução enquanto houver amor, paixão, amizade e respeito. Uma pilastra cai, nem tente continuar. Ele se tornará complexo e você entrará nas mil fases ruins e acreditará que está lutando por algo, mas na realidade está se arrastando ao lado de outra pessoa que não sabe ser independente. Um casal, mesmo que juntos, são duas pessoas independentes e bem resolvidadas a respeito de si mesmas. Quando uma não é, não dá certo, não dá certo, não dá certo…

Meu mundo não pode cair se você não está comigo. Eu não posso querer morrer se você não está ao meu lado. Você não pode ser a única coisa que eu tenho na vida. Eu não tenho o direito de chorar no seu portão se você me ignora. A pilastra caiu e eu sou independente. Nasci sozinha e me criei, me fiz como sou para poder encontrar quem me complete, e nunca, NUNCA, quem me abandone, me desreipeite ou me disperdice.

O amor é simples!

As pessoas que são dependentes de mais.

 

E, bom, não sei se esse texto ficou intimista (sem sentido, talvez) de mais, mas eu tenho esta opnião aí.

É só pra celebrar um ano na pista… HAHAHAHAHAHA

O horóscopo deles (por uma canceriana)

Posted in Qualquer coisa, Uncategorized on 24/04/2011 by Gabriela

Meu único defeito nesta vida foi ter nascido regida por um signo mala-melodramático-chato-chorão-apegado que é CANCER. Sendo canceriana, eu tenho, segundo o horóscopo, algumas combinações que me seriam perfeitas, como Peixes e Escorpião. Mas é assim… isso é SEGUNDO O HORÓSCOPO MESMOOOO, porque SEGUNDO A VIDA… é bem diferente.

Então, eu percebi que,

imagePor ARIANOS eu me apaixono facilmente. Eles, no princípio, se fazem de meigos, doces, carentes e me olham como cachorrinhos abandonados que eu, como boa canceriana, não consigo ser indiferente. Meu coração derrete e, quando vou ver, estou lá, totalmente entregue a eles. Normalmente eles não sabem aproveitar a chance, fazem algo errado, vacilam e eu vou embora. Quanto a amigos, não tenho o que reclamar dos arianos.

image TOURO é incrível, mas somente como amigo mesmo. Minhas tentativas com tourinos foram terríveis. Das duas experiências, eu percebi que a amizade deles é IMENSURAVELMENTE melhor que o relacionamento amoroso.

image GÊMEOS é traiçoeiro, FDP, viado, escroto, mala, insuportável. Vivo planejando a morte dos homens regidos por este signo de duas caras, bipolar, mentiroso e inescrupuloso. Minhas piores experiências vêm, com certeza, de um ser humano nascido neste período das trevas. A característica é tão forte que, além de mim, com certeza um geminiano já ferrou a sua vida ou ferrará. Amigos geminianos, fiquem tranquilos, eu amo vocês.

image Meu sonho é me casar com um homem de CANCER, assim, igual a mim. Nunca me envolvi com nenhum, mas algo me diz que seria o ideal. Os homens que conheço de cancer, são perfeitos.

image LEÃO nunca passou por mim. Será que dou graças a Deus? Tenho um certo pé atrás com esse povo de Leão.

VIRGEM só quero como amigo. Eu vejo o que eles fazem com os outros por aí e me desespero. Deus me proteja!!!

LIBRA nunca está nem aí pra mim. Eu posso por a roupa que quiser, imageter o cabelo do tamanho e da forma que for, gritar, chorar, esperniar, sorrir, gemer, cantar que Libra NEM TCHUNS, nem vai notar ou me ver. Capaz de me olhar por cima dos ombros e me negar na cara dura. Não quero mais saber de Libra, já não basta meu pai…

image ESCORPIÃO me perseguirá para sempre. Não adianta, já faz parte de mim. Eu me casaria todos os dias com um (ou com o mesmo?), faria o que me pedisse, daria o que quisesse e o sustentaria pelo resto da vida. Escorpião me TEM, me GANHA!

SAGITÁRIO, pra mim, não fede nem cheira. Nem sei se dá certo!

CAPRICÓRNIO nunca nem me olhou. Indiferente.

image Não adianta eu tentar, pensar na possibilidade, sonhar, idealizar ou imaginar que posso mudar a mente desses seres. AQUÁRIANOS são libertinos e supérfluos. Querem o momento, não a extensão. Pensam que sou como serviço delivery, telefonou, pediu e quando dá uma hora eu chego lá toda bonitinha e cheirosinha para eles. Não, isso acabou. Com Aquário não faço nem questão de me iludir por dois minutos. CANSEI de verdade, com a força da palavra… CANSEI C-A-N-S-E-I.

Por PEIXES eu sempre QUASE me apaixono. Talvez um dia apareça um só para mim. Mas ainda prefiro imaginar que será um canceriano… (L).

POSSO PAGAR MINHA LÍNGUA, VIU? Mas eu nem ligo! hahahaha Ainda bem que toda a baboseira não influi muito, MAS QUE AJUDA, AJUDA!

Diálogos florbelianos (que espancam também)

Posted in Literatura, Qualquer coisa on 21/03/2011 by Gabriela

Florbela vai te aconselhar…

Florbela, estou apaixonada por um rapaz que jamais notará a minha existência. Em sua amplitude como ser humano, eu sou apenas mais uma mortal a observá-lo de longe e ele jamais se dará conta disso, pois se julga superior, apesar de realmente sê-lo. Qual sina a minha?

image

Contentar-se, minha amiga. Se nutre amor por um ser superior, que poderá fazer com o que sentes, se nada para ele representará ou ira mudar em sua vida? Seu amor pode ser até ofensa aos ouvidos dele. Cultive-o em seu coração sem exigir nada em troca. Amar é o ato mais sublime na vida de qualquer pessoa!

Florbela, é justo passar a vida a ocultar este sentimento?

Não é justo, como tudo na vida.

Eu tento ignorá-lo, mas não consigo. Fico igual uma imbecil esperando por algum sinal de atenção, assim como fazem os cachorros de rua sedentos de uma mão que os faça carinho, mesmo que se faça com nojo ou por dó…

Seja uma grande mulher em seu conhecimento. Se te dói a mísera atenção recebida, que sentido faria o teu sentimento e a sua vontade louca de cuidá-lo? Não lhe faria diferença as migalhas se não quisesse o pão inteiro! O contentamento de um segundo é imensamente maior que a dor que se segue. A dor dura mais tempo, mas a alegria é altamente superior em intensidade, tanto que nos faz esquecer dos momentos de aflição. Amar, amar, amar sem ser amada!

Que faço então?

Qual a vergonha de amar aquele que não nos ama, se tal situação é tão frequente e rotineira na vida de todos? Dizer que ele não te merece, é um conselho ignóbil, já que todos merecem o grande amor de alguém nesta vida, e se não for o seu, será algo maior. Semeie teu sentimento a cada dia… até o momento em que ele se desfizer ou se entregar.

Seja a amiga de seu amor…

Amiga
Deixa-me ser a tua amiga, Amor,
A tua amiga só, já que não queres
Que pelo teu amor seja a melhor,
A mais triste de todas as mulheres.

Que só, de ti, me venha mágoa e dor
O que me importa, a mim?! O que quiseres
É sempre um sonho bom! Seja o que for,
Bendito sejas tu por mo dizeres!

Beija-me as mãos, Amor, devagarinho…
Como se os dois nascessemos irmãos,
Aves cantando, ao sol, no mesmo ninho…

Beija-mas bem!… Que fantasia louca
Guardar assim, fechados, nestas mãos,
Os beijos que sonhei prà minha boca!…

Falta de vergonha na cara

Posted in Qualquer coisa on 12/03/2011 by Gabriela

Agora eu fico na dúvida se a falta de vergonha é minha ou dos outros. Sei lá, não entendo. Talvez seja minha por me entregar a sentimentos imbecis de última hora que me tomam intensamente e me deixam igual um trapo da noite para ou dia, ou ainda, me deixam radiantes por minutos ou por no máximo um dia.

Estou aprendendo a lição de que as coisas que nos dizem devem ser interpretadas de primeira. Nada dessa coisa de ficar pensando “nossa, que será que ele(a) quis dizer com isso?”. Porra, ficar filosofando sobre o que o outro quis dizer é uma coisa tão ridícula, que fico com vergonha de dizer quantas mil vezes não viajei num simples “oi linda, tudo bem?”, “Pensei em você quando ouvi essa música”, “quer sair hoje?”, “você é muito especial”… entre outros clássicos do absurdo que lemos em mensagens que, na realidade, são bem frias e diretas.

(parte suprimida pela censura – eu mesma)

Mas falando sério, essa coisa de ficar matutando no que o outro QUIS dizer, é um troço muito idiota, gente. Você, no meio do seu trabalho, dispersa o pensamento por alguns minutos pensando, pondo a mão no queixo, cerrando levemente os olhos, refletindo sobre o que ele(a) quis dizer com “sabe o que é, estou cansada, podemos sair amanhã?”.

Hipótese 1: Ela deve estar cansada realmente porque trabalhou o dia todo e ainda teve que levar o cachorro pra passear, sem contar os trabalhos da faculdade e a irmã mais nova pra olhar. *suspiro* que mulher!.

Hipótese 2: Talvez não esteja cansada. De repente tinha outro compromisso e não quis me dizer qual era.

Hipótese 3: Pode ser mentira, ela disse isso só pra me despistar! Deve estar fazendo qualquer outra coisa mais divertida, porque afinal, eu sou um bosta mesmo e ela não iria querer sair comigo!

Hipótese 4: Ele realmente pode estar cansada e pretendendo me ver amanhã.

image

E a nossa tendência a achar que é sempre a hipótese 3? Ele não me ligou porque sou gorda, ele não me responde no msn porque sou chata, ele não quer sair comigo porque me comporto mal na rua, ele não quer tomar atitude alguma porque sou feia de mais!!! Meu Deus, que coisa horrorosa!

 

“Ah, se bem que outro dia ele disse que eu era linda e que queria me ver…”. Bingo, daí vem aquelas míseras frases que fazem você continuar martelando sua cabeça no prego. Pronto, parabéns, seja o mais novo sem vergonha na cara da turma.

Bonito é interpretar filosofia, poesia, literatura e ideais. Jamais o resto vindo de qualquer pessoa… “vou sonhar com você” (meu Deus, isso quer dizer o quê?) Céus, o quanto perco tempo com isso na minha vida… será que Deus vai me perdoar por isso? ahahahaha

Devaneios

Posted in Qualquer coisa, Uncategorized on 28/02/2011 by Gabriela

Eu tenho o costume de observar as pessoas na rua e imaginar como é a vida delas. Eu me admiro por pensar às vezes que eu sou a única que tenho família e amigos bons. Olho os estranhos na rua e matuto na ideia de que, poxa vida, quem são as pessoas que rodeiam esta gente?

Como é impossível saber, eu fico inventando. Pelo estilo, roupa, cabelo, acessórios, sapatos, eu deduzo como é a vida delas.  Faço um grande esforço para tentar ler as mesmas linhas que elas quando estão com livros abertos. Também analiso a maneira como elas conversam, fico tentando imaginar de onde vieram…

Já me deparei com pessoas que eu quis me por frente a elas e estender a minha mão, implorando pela amizade delas, assim como esbarrei em gente que, com toda certeza, eu agarraria pelo pescoço e bateria a cabeça até a morte na parede.

Outro dia peguei o trem em Osasco e lá se vê tipos típicos. Muito me assustei com a presença de uma moça de postura muito ereta, movimentos sutis e elegância quase que natural. A roupa era simples, não tinha maquiagem no rosto, o cabelo estava normal, dividido ao meio. Ao se sentar, era como se pesasse como uma pluma. Ajeitou a bolsa no colo como se fosse um lenço ao se sentar para um jantar. Por fim cruzou as pernas, ergueu levemente o queixo e manteve o olhar fixo na porta a viagem toda, com as mãos unidas trançadas.

Já logo pensei, o que aquela distinta jovem fazia no vagão de um trem em osasco?

Preconceito meu? Acho que sim.

Mas a verdade é  a que criei uma história em minha cabeça para ela. Imaginei que, fosse qual fosse seu meio de condução comum, aquele lhe seria um dia atípico, em que ela deveria pegar um trem para se locomover. Que estivesse a caminho de um curso de idioma fino, italiano, talvez. Senão, estava indo ao encontro de um grupo de discussão de alguma coisa? Arte barroca? hahaha

Ao final do dia se encontraria com o noivo, fino e tão belo como ela, jantariam em algum lugar ele a deixaria em casa.

Vai saber! As vezes a vida dela pode ser um inferno… mas o importante é nunca deixar transparecer!

Desabafo

Posted in Qualquer coisa on 10/09/2009 by Gabriela

Andei twitando de mais e blogando de menos nos últimos tempos. Bem, ok… tudo se deve a minha nova rotina de estudos, da minha falta de novidades, minha vida sem grandes acontecimentos, uma certa alienação e também problemas de relacionamento que há muito tempo já me deixaram sem sono.

Bom, e taí! O que mais posso dizer com profundidade depois dos últimos acontecimentos? Que ando bem triste com tudo o que me ocorreu? Talvez, mas para quem me conhece isso soará repetitivo e cansativo. Porém, o que mais vai acontecer na vida de qualquer indivíduo é o sofrimento perante à decepções reais e irreais.

Sim, por que acredito que certas coisas acontecem única e exclusivamente dentro de nossas cabeças que, num momento de inércia, cria situações horríveis e mentirosas, fazendo com que acreditemos nessas fantasias montadas como pura carência e falta de assunto, por que não dizer?

O que eu estou querendo começar a dizer é o quanto é complexo ser amigo de alguém hoje em dia sem sofrer ataques morais, sentimentais, racionais… E pensar que esses ataques, essas situações, simplesmente a criamos num mero cismar.

Se você se depara com um problema causado por um amigo que você ama e nunca cogitou a ideia de perdê-lo, com certeza você terá o esforço de convidá-lo para uma conversa, por mais doloroso que te seja fazê-lo, e assim, botar os pingos nos is. Eu como amiga das pessoas que amo, faria isso. Eu como amiga das pessoas que amo, já fiz isso.

Já errei com meus amigos e fui capaz de me desculpar. Já erraram comigo e eu fui capaz de entender e enfim, perdoar.

Agora, se você se depara com um problema causado por um amigo “mais ou menos”, nem te incomoda, nem te atrapalha, nem te ocupa o pensamento a respeito dos porquês, dos poréns, dos motivos, das causas… Realmente, você não quer entender e se põe no lugar da vítima com total poder da razão e sai espalhando por aí o quanto você está indignado com tamanha falsidade e nem se dá ao luxo de questinar, por que em primeiro lugar, você e o seu papel de vítima são muito mais importantes que a defesa de qualquer um.

Esse texto está muito subjetivo e chato pra caralho de ler? Está, mas estou precisando dizer o que penso. Ando incomodada, ando sentida, ando muito insatisfeita. Mas eu sou assim, se me tratam como “mais ou menos”, eu sou obrigada a retribuir um sentimento que não me pertence por medo de ouvir mais injúrias impertinentes.

Não me isento de culpa alguma. Tenho muitas, mas não todas! E, ah! Se se pensassem em tudo com toda clareza e parassem de fazer cena um perante aos outros! Quanto amor ainda iria existir nesse mundo, não é mesmo?

Um amigo meu outro dia usava no subtítulo do msn a frase: “Esteja sempre disposto a ajudar, mas lembre-se de que será apunhalado por isso!”.
Testado e aprovado por mim. Podem ver! Se aos que erram não fossem concedidas novas chances, teríamos boa parcela de mortos-vivos perambulando por aí. Pois existe uma facilidade enorme de atropelá-los e enterrá-los vivos em nossas vidas.

Bah, deixa pra lá. É que eu fico muito impressionada com esse tipo de coisa. Fico muito chocada. Meu defeito é esperar dos outros atitudes que eu tomaria com todo zêlo do mundo.

Com certeza pior que um inimigo, só mesmo um mau amigo em nossas vidas.